Câncer de Mama ➔ Entenda o Que é e Como Evita-lo!!!

Já sofri muito com dor nos seios. Muitas mulheres sentem-as diariamente, mas tem muita dificuldade em trata-las. Seja por vergonha de pedir ajuda ou por puro desconhecimento de quais são seus causadores. Em alguns casos, a situação pode vir a tornar-se de real preocupação, dada a disseminação cada vez maior de casos de câncer de mama.

Ao tentar descobrir o que é costumam se deparar com uma série de artigos alarmantes alertando sobre câncer e problemas que, em minha opinião, acabam sendo alarmistas. O câncer de mama, apesar de ser um problema preocupante e que atinge milhares de mulheres todos os anos, costuma ser uma das menores razões para dores nos seios. cancer de mama tratamento Em suma, por serem altamente irrigados por vasos sanguíneos e permeados por tecidos adiposos e estruturas nervosas, os seios acabam sofrendo com dores de forma recorrente. A realidade é que, na maioria das vezes não é nada. Os seios são apertados pelos sutiãs durante a maior parte do dia e, devido à sua sensibilidade, acabam ficando levemente doloridos.

Durante a adolescência, os seios acabam passando pelo processo de amadurecimento. Tal processo consiste no acumulo de gordura na região e, possivelmente, no rompimento da pele no local. Isso pode gerar uma série de incômodos, não apenas como dor, mas coceira e ardor na superfície da pele. 

Seios Doloridos

Normalmente os seios podem ficar doloridos por uma série de fatores. Entre eles estão:
cancer de mama fotos

  • Aumento dos seios;
  • Lactação;
  • Supressão de seu real volume por peças de roupa;
  • Dormir por cima deles;
  • Apertos muito fortes;
  • Mudanças hormonais.

.

Dentre outros fatores que podem culminar em uma dor aguda na região. Ademais, logra-se prioridade na realização do auto-exame dos seios de forma regular. Caso sinta algo de estranho e dolorido no local, em especial carnes esponjosas, deve-se procurar um especialista de imediato.

Ademais, ressalta-se que apenas uma minoria dos casos identificados são, de fato, câncer de mama. Apesar de as estatísticas do governo estimarem 2 milhões de casos ao ano, apenas uma minoria tem de fazer tratamento com medicamentos pesados ou retirar os seios. 

Tipos de câncer de mama

cancer de mama prevenção

Existem diversos tipos de câncer de mama. Estes tem sua caracterização e nomeação acordadas com seu volume. Dados os números, é quantificada a submissão a uma cirúrgica para retirada. Esta ocorre quando o tumor encontra-se apenas no estágio de cisto ou nódulo.

Para tal, a retirada do agente estranho é feita sem alterar o volume ou retirar a mama total e completamente.  O procedimento é simples e envolve apenas a remoção dos tecidos endodérmicos das glândulas mamárias. 

Ao aumentar de tamanho, o cisto ou nódulo já pode ser caracterizado como tumor. Nessa fase, seu tratamento tem maior complexidade que na anterior. Ao poder culminar, primeiramente, em tratamentos a base de hormônios. Existe, então, a alteração dos níveis de estrógeno e cortisol. 

Após isso, são iniciadas as tentativas mais cara e, surpreendentemente, menos eficazes se comparadas à taxa de cura inicial. A radioterapia, tratamento que consiste no bombardeamento das células tumorosas do local com radiação, intende por destruir o elo entre as paredes do tumor e o tecido intersticial. 

 Ao final, se não efetivas as etapas anteriores, o paciente é submetido ao tratamento quimioterapêutico. Nele, serão empenhadas tentativas de destruir as células tumorosas através da mudança radical do quadro hormonal e químico do corpo do paciente.

Se insucedida a etapa em questão, logo, será passada ao final que, de fato, é a mais triste e alarmante. 

Esta consiste na remoção de todo o tecido mamário. Tantos as glândulas como o tecido adiposo que as cerca será removido através de um procedimento cirúrgico delicado.

Câncer de mama sintomas

O câncer de mama pode ou não trazer algum desses sintomas. Para que tal ocorra é necessário que haja uma conformidade de fatores.

Ademais, quando alguns desses sintomas forem testemunhados, dá-se o indicativo da falta de cuidado e infrequência do auto exame. Enfatiza-se a importância de executa-lo em tempo regular e da forma correta. 

Alguns desses sintomas são:

  • Secreção sanguinolenta nos mamilos;
  • Mamilos doloridos;
  • Mamilos invertidos;
  • Nódulos localizados na base dos seios;
  • Inchaço irregular;
  • Alterações no ciclo menstrual..

Dados os sintomas, faz-se mister à interação entre mãe e filha quando à saúde da região. Apesar da vergonha, isso não pode coibir atitudes vitais para a saúda da mulher. Infelizmente, milhares de mulheres tem que se submeter a um tratamento pesaroso e desconfortável anualmente, isso quando não tem que remover os seios. 

Tais problemas, dão-se, sobretudo, pela falta de comunicação e desatenção com o tecido mamário. A informação presente em pesquisas e que pode ser facilmente acessada pela internet, torna muito mais fácil o diálogo entre médicos e pacientes.Por fim, verifica-se que a importância de campanhas de conscientização é vital para a expansão dos métodos de autoexame e diminuição do número de casos de forma geral. Peço a minhas seguidoras que, de forma geral, compartilhem esse texto para alcançar o número máximo de pessoas que puder!!! Vamos lutar contra o câncer de mama juntas!!!

Diagnostico

O mais importante de tudo em relação a esta doença, é buscar fazer o diagnostico precoce, pois as chances de tratamento vão ser maior, sendo que o estagio da doença ainda não vai estar tão grave, facilitando todo o tratamento que é feito.

A realização do diagnostico é feita através de uma biópsia, sendo feita no exame físico ou através da mamografia, além de ter a ressonância magnética e ecografia. A mamografia é um dos melhores aparelhos para estar diagnosticando esta doença, pra que tenha as melhores informações de fazer o diagnostico da doença na mulher.

Câncer de mama Rosa

O método de prevenção também é feito anualmente com este aparelho, por isso que depois dos 40 anos de idade, deve fazer estes exames anualmente.

O ultrassom serve de exame complemento para estar avaliando o caso da mulher, para que tenha mais informações a respeito da doença. Quanto mais cedo fazer o diagnostico, é mais fácil de realizar o tratamento  da doença.

Câncer de mama tem cura

A cura desta doença varia bastante do estagio da doença e de quando que foi feito o diagnostico, para que tenha os melhores tratamentos a serem feitos. Quando o estagio é de 0 a 1 chega a ter mais de 90% de chance para fazer o tratamento e alcançar a cura.

O estagio 3 ou 4 pode ter cerca de 30% a 40% de cura com o tratamento. Para que possa ser feito com a melhor qualidade o tratamento, a paciente nunca pode desistir, e sempre deve buscar fazer o tratamento corretamente, além de possuir grande força de vontade de estar fazendo este tratamento corretamente.

Alguns tratamento possui uma maior possibilidade de estar chegando na cura desta doença, melhorando todas as condições de vida. Nunca desista de fazer o tratamento e lutar pela vida!!!
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)

10 Comments

  1. Almir
  2. Claudia
  3. Simone
  4. Paula
  5. Isadora
  6. Adilson
  7. Deise
  8. Daiane
  9. Natali
  10. Fernanda

Leave a Reply