Sintomas de Gripe ➔ Saiba o Segredo Para Solucionar a Gripe na Hora!!!

A gripe é uma das doenças mais comuns. Especialistas dizem que o vírus da gripe está em constante mutação. Por essa razão, fica quase impossível para os laboratórios farmacêuticos elaborarem um remédio capaz de solucionar os efeitos colaterais da gripe. Poucas pessoas sabem, mas os sintomas da gripe não ocorrem por conta do vírus, mas de reações fisiológicas para elimina-lo.

sintomas de gripe forte

Elas são fruto da tentativa de eliminar o vírus. O sistema imunológico desencadeia uma série de reações que eliminam o vírus. Ao mesmo tempo, os anticorpos aprendem sobre eles. Isso possibilita  que os vírus não possam mais infectar o corpo do hospedeiro que já os contraiu previamente. 

Com intuito de ajudar meus seguidores a melhor elaborar formas de combate aos sintomas da contração do vírus da gripe, trouxe aqui uma lista com os sintomas mais frequentes.

Confira Abaixo.

  • Febre

Este é o principal dos sintomas da gripe sentido durante o combate do sistema imunológico a esta. 

gripe transmissão

Contudo, existe uma lógica na procedência da gripe por parte do sistema imunológico. 

A febre é uma reação do sistema imunológico que, ao enviar sinais ao cérebro da existência de um corpo invasor, resulta no aumento da temperatura corpórea. Portanto, entenda a gripe como uma resposta do seu corpo à presença de um agente estranho que precisa ser combatido. 

Para soluciona-la, ademais, é de praxe que médicos recomendem a ingestão de antitérmicos em conjunto com antibióticos. Essa, porém, é uma forma menos perene de tratamento, haja vista que não compreende a adequação do sistema imune à resistência dos vírus. 

Logo, este não se torna imune à entrada de vírus semelhantes novamente. 
  • name nome=cabeca]Dor de cabeça, Sudorese e calafrios

Esses são sintomas da gripe que, usualmente, decorrem do mesmo fator. Com a elevação da temperatura corporal, ocorre a perda de líquidos que, por sua vez, acaba resultando em dores de cabeça fortes, indisposição, cansaço, fadiga, diurese, sudorese e perda do apetite. 

sintomas do resfriado

Todos os fatores retromencionados são incrementados pela quebra de nutrientes proteicos e glicogênios que explicarei mais a frente. 

É, portanto, parte da resolução do problema causado pelo vírus da gripe que sejam sentidos tais sintomas. Ademais, não deve haver quaisquer preocupações. Saiba, contudo, qual tal condição pode ser solucionada com certa facilidade quando é feito o tratamento com antibióticos. 

Contudo, para haja tal tratamento, é recomendada a prescrição medica de antibióticos. Isso tanto partindo do elemento legal quanto do moral.
  • Dores nos músculos, fadiga e fraqueza

Tais sintomas estão relacionados de forma íntima. São esses os fatores que, geralmente, culminam nos maiores desconfortos sentidos quando é verificada a contração da gripe. 

Em suma, estes decorrem da quebra de nutrientes aminos, proteicos e glicoproteicos. Estes, por sua vez, são desnaturados em sua tecido habitat. Normalmente os músculos e cérebro, maiores requisitantes de proteínas, aminoácidos e glicose ficam sem os nutrientes necessários para seu funcionamento adequado. Com isso, vem a sensação de desnutrição, falta de energia, fadiga e cansaço. 

Para que esses sintomas sejam menos intensos deve-se ingerir alimentos ricos em açucares e proteínas constantemente. Mesmo que não haja fome. Isso porque, ao descartar os nutrientes essenciais para seu funcionamento, o corpo poderá operar de duas maneiras:

  1. Quebrando músculos e gordura para a obtenção dos nutrientes necessários para que órgãos vitais como coração e pulmões continuem trabalhando.
  2. Absorvendo novos nutrientes advindos de alimentos para regenerar tecidos e possibilitar o trabalho de órgãos vitais de funcionamento ininterrupto. 

Tendo apenas essas duas opções como possíveis, a melhor opção faz-se, claramente, a segunda. 
  • Congestão nasal

Um dos sintomas da gripe mais perceptíveis, entre outros sintomas da gripe, é a secreção nasal. Ela consiste no envolvimento dos alvéolos pulmonares em muco. Isso para que haja uma dupla eliminação dos vírus, decorrendo tanto do sistema imune quanto das estruturas respiratórias. 

Pal tal, o pulmão envolve o sistema respiratório em muco. O mesmo, em consequência, escorre pelo nariz, resultando na secreção nasal. 

Para combate-lo é importante ter em mente que, acabar com o muco é sinônimo de permitir que o vírus se aloje em um sistema complexo e com ambiente perfeito para a multiplicação. Este, pode inclusive culminar no desenvolvimento e alojamento de um vírus mais complexo no local.  

  • Como tratar

O tratamento é muito simples hoje em dia. Existem, inclusive, vacinas criadas para tratar dos vírus da gripe. Essas são de aplicação anual e, normalmente, conseguem prevenir o contagio do vírus em grande parte.

A pergunta que pergunta que, entretanto, permanece no meio científico é: vale a pena solucionar os casos de gripe? Pode não parecer uma pergunta coerente, mas ela tem um fundo de lógica. Qual seria a praticidade de tratar um vírus que, apesar de combatido com antibióticos, permanece em mutação de forma constante? 

Os vírus da gripe, ano após ano, tornam-se mais resistentes e aptos ao contágio. Acredita-se que, em pouco tempo, tornarão-se mais resistentes que o mais forte dos antibióticos já desenvolvidos. Logo, vem a dúvida: “O que faremos quando não pudermos mais solucionar os casos de gripe?”

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)

Leave a Reply